Depende De Palavras chave, Conteúdo E Links

20 Apr 2019 08:56
Tags

Back to list of posts

<h1>Organiza&ccedil;&otilde;es Abandonam 'influenciadores Digitais' Que Inflam Perfis Com Seguidores Falsos</h1>

<p>A gigante de bens de consumo Unilever decidiu se insurgir contra &quot;influencers&quot; - ou influenciadores digitais - que falsificam tua relev&acirc;ncia nas redes sociais para receber dinheiro promovendo produtos. Ser&aacute; o come&ccedil;o do fim da lua de mel entre empresas e &quot;campe&otilde;es de curtidas&quot; no Instagram? Todos agora ouvimos expressar de estrelas do Youtube, Facebook e Instagram que ganham uma riqueza promovendo marcas nas suas p&aacute;ginas das redes sociais. 20 1000 por artigo. Todavia parece que alguns deles est&atilde;o burlando o sistema para receber dinheiro, comprando ex&eacute;rcitos de seguidores de empresas que usam bots (rob&ocirc;s) autom&aacute;ticos para criar contas falsas e simular intera&ccedil;&otilde;es.</p>

<p>O engajamento com outros usu&aacute;rios de m&iacute;dias sociais e a quantidade de seguidores s&atilde;o as principais m&eacute;tricas de avalia&ccedil;&atilde;o dos influencers. A multinacional Unilever alegou que quer observar &quot;mais transpar&ecirc;ncia&quot; pela ind&uacute;stria de marketing dos influenciadores digitais. O temor &eacute; que, gra&ccedil;as a das trapa&ccedil;as para adquirir &quot;curtidas&quot;, os fregu&ecirc;ses deixem de confiar nos donos desses perfis e nas marcas associadas a eles. O Instagram diz que bloqueia milh&otilde;es de contas falsas todos os dias e trabalha &quot;duro&quot; pra criar o relacionamento entre marcas e influenciadores digitais. Contudo alguns dos verdadeiros influencers temem ser atingidos no fogo cruzado.</p>

<ul>
<li>Exist&ecirc;ncia &amp; Ecossistema</li>
<li>Consultor de e-Commerce</li>
<li>nove - Hostel</li>
<li>10 A pol&ecirc;mica do clique &uacute;nico</li>
<li>Fazer al&eacute;m da medida zoom_out_map</li>
</ul>

<p>Nova York Olivia Rink, 27, uma blogueira de moda e estilo de vida que neste momento foi l&iacute;der de torcida (cheerleader). Ser&aacute; que o boom de marketing por meio de &quot;influencers&quot; est&aacute; prestes a findar? Rink de imediato trabalhou com mais de 600 marcas e diz que dedica quatro horas por dia &agrave; audi&ecirc;ncia do teu site. Contudo a Unilever n&atilde;o &eacute; a &uacute;nica marca insatisfeita com as trajet&oacute;rias do mercado de influenciadores digitais- novas redes de hot&eacute;is disseram &agrave; revista The Atlantic que n&atilde;o querem mais trabalhar com influencers.</p>

<p>Eles mostram que recebem uma enxurrada de pedidos de hospedagem e despesas gratuitas, por&eacute;m o retorno desses A Hist&oacute;ria Do CMO Que N&atilde;o Fazia O Dever De Casa n&atilde;o &eacute; nada tang&iacute;vel. Not&iacute;cias Em Concursos E Emprego Em Mogi Das Cruzes E Suzano passaram a implementar um procedimento de an&aacute;lise e sele&ccedil;&atilde;o pra garantir que os influenciadores realmente possuem engajamento real e org&acirc;nico com o p&uacute;blico, sem o emprego de bots. Em outro sinal de desencanto, parece que ag&ecirc;ncias de marketing est&atilde;o dispensando os influencers de suas estrat&eacute;gias de a&ccedil;&atilde;o, segundo a ag&ecirc;ncia de marketing baseada no Reino Unido Zazzle Media. A empresa, que tem dez 1000 influencers na sua tabela, se surpreendeu ao achar que nenhuma das corpora&ccedil;&otilde;es de marketing brit&acirc;nicas que responderam a um levantamento planejavam investir em influencers nos pr&oacute;ximos 12 meses.</p>

<p> Dezoito Oportunidades Pra Profissionais De Marketing Digital - Blog , fundador e diretor-executivo da Zazzle Media. Natascha Glock, 25, uma influencer de gra&ccedil;a e h&aacute;bitos de vida que mora em Frankfurt, pela Alemanha, diz que n&atilde;o &eacute; &quot;correto&quot; o emprego de bots. Aumente Suas Vendas Utilizando Automa&ccedil;&atilde;o Para Instagram mais de 51 1000 seguidores - a maioria homens e mulheres entre 18 e vinte e cinco anos, pela Alemanha- e agora trabalhou com 200 marcas, inclusive a Dove, que &eacute; da Unilever.</p>

<p>O servi&ccedil;o como influenciadora digital garante uma interessante remunera&ccedil;&atilde;o, diz a jovem. Mas ela precisou de dois anos pra dominar um p&uacute;blico vasto o suficiente pra atrair as marcas. Toula Rose, uma blogueira de moda que mora em Londres diz que a &quot;a press&atilde;o por audi&ecirc;ncia&quot; faz com que alguns influenciadores recorram aos bots.</p>

SocialApps-1.jpg

<p>Todas as 3 mulheres com quem esta reportagem conversou afirmam que o Instagram n&atilde;o se resume a imagens bonitas - leva horas pra gerar e estilizar as imagens, planejar e fazer conte&uacute;do, engajar o p&uacute;blico e sugerir ideias &agrave;s marcas. Apesar da ang&uacute;stia, a Unilever n&atilde;o est&aacute; dispensando os influencers por completo.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License